urbanistico

Notícias

Versão para impressão    Voltar

14/12/2016 - Institucional

Prêmio Jornalismo do Ministério Público 2016 é entregue


Fotos/PG Alves
Os agraciados com o Prêmio Jornalismo do MP 2016

Em solenidade realizada na manhã desta quarta-feira, 14, Dia Nacional do Ministério Público, foram entregues os prêmios da 18ª edição do "Prêmio Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul". A premiação, que tradicionalmente é promovida pela Procuradoria-Geral de Justiça, Associação do Ministério Público (AMP) e Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), com apoio do Hotel Continental Canela, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS e Associação Riograndense de Imprensa (ARI), ocorreu no Palácio do Ministério Público. Participaram o procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles; o presidente da AMP, Sérgio Hiane Harris; o presidente da FMP, David Medina da Silva, assim como integrantes do Ministério Público e jornalistas.

No total, 68 trabalhos jornalísticos foram inscritos, entre as categorias: Reportagem/Impressa, Reportagem/TV, Reportagem/Rádio, Mídia WEB, Fotografia e Especial. Os vencedores receberam prêmios em dinheiro, comendas e um final de semana no Hotel Continental, em Canela.

Após a entrega dos prêmios, o jornalista Marco Aurélio Nunes, que idealizou o "Prêmio Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul", homenageou o jornalista Ricardo Andrade Grecellé, que atuou durante 15 anos na Assessoria de Imprensa do MP e morreu em acidente de trânsito em 22 de novembro último.

Em seguida, falando em nome dos agraciados, o jornalista Cid Martins destacou a importância do trabalho realizado em parceria entre a imprensa e o Ministério Público em prol da cidadania. Ele frisou também a independência e o poder de investigação que o MP possui. “O trabalho do MP faz a diferença para o nosso país”, afirmou. Em nome da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), a diretora Laura Maria Glüer assinalou que a entidade gaúcha que congrega jornalistas há 80 anos apoia integralmente o trabalho do MP e da imprensa em diversas áreas da cidadania. Ela citou, como exemplo, o trabalho da Instituição em prol do meio ambiente, motivo de premiação, nesta edição do prêmio, para uma reportagem impressa envolvendo o Rio Taquari.

Por sua vez, o presidente da FMP, David Medina da Silva, enfatizou que as matérias jornalísticas premiadas geralmente mostram uma mazela da sociedade e que, ao final, objetivam sempre mudar aquela situação e construir um futuro melhor.

Já o presidente da AMP, Sérgio Harris, lembrou que o Ministério Público vem enfrentando, atualmente, alguns reveses em especial na Câmara dos Deputados, onde tramita projeto que prevê punição para membros da Instituição. Segundo ele, o próprio trabalho em parceria entre o MP e a imprensa será prejudicado, uma vez que o agente ministerial não poderá prestar informações para uma matéria jornalística em qualquer fase de um processo.

Por último, o procurador-geral de Justiça lembrou que o Prêmio de Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul iniciou com o intuito de estabelecer uma aproximação com a imprensa. Marcelo Lemos Dornelles lembrou que tanto MP como a imprensa devem sempre buscar um equilíbrio em sua atuação, em busca da democracia e da liberdade. “Por isso, o MP sempre foi parceiro”, disse. O procurador-geral de Justiça também concordou com a gravidade da situação atual em que o MP poderá sofrer um retrocesso em suas formas de atuação. Além disso, destacou a situação atual da economia gaúcha, em especial da administração do executivo estadual. De acordo com ele, o MP, ao lado do Judiciário, sempre cumpriu seu papel na defesa da cidadania e continuará nesta luta.

MEDIAÇÃO DE CONFLITOS

Também no evento, o chefe do MP entregou o certificado aos participantes do Curso de Capacitação em Mediação Comunitária, promovido pelo Ministério Público e o Centro Social Padre Leonardi, no bairro Restinga. Ele esteve acompanhado do promotor regional da Restinga, Eduardo Coral Viegas.

PRESENÇAS

Também estiveram presentes na cerimônia de premiação o corregedor-geral do MP, Ruben Abruzzi; o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen; a vice-presidente da AMP/RS Martha Beltrame; promotores e procuradores de Justiça, além de jornalistas e servidores.

VENCEDORES NA CATEGORIA IMPRESSA

A categoria Reportagem/Impressa foi conquistada pela matéria “Mediação resolve conflitos na Tinga”, de autoria da jornalista Aline Custódio, publicada na edição de 12 de outubro deste ano no Jornal Diário Gaúcho focando o curso para mediadores promovido pelo MP na Restinga. O segundo lugar foi obtida pela matéria “A vida renasce às margens do Rio Taquari”, de autoria da jornalista Carine Krüger, publicada na edição de 4 de novembro deste ano no Jornal Nova Geração, de Estrela, discorrendo sobre o trabalho do MP de recuperação da mata ciliar, conhecido como Corredor Ecológico, para reforçar a conscientização das famílias ribeirinhas.

VENCEDORES NA CATEGORIA TV

Na categoria Reportagem/TV, venceu a série de reportagens “Superlotado: setor penitenciário vive precariedade na região norte do RS”, de autoria da jornalista Dulci Sachetti e equipe, exibida de 24/10 a 27/10 deste ano na RBSTV e na Rede Globo, mostrando que a falta de vagas é uma das principais cobranças do MP de Passo Fundo. A segunda colocação na categoria ficou com a reportagem “Fraude nas leis de incentivo ao esporte”, do jornalista Giovani Grizotti e equipe, veiculada nos dias 2 e 25 de agosto deste ano na RBSTV mostrando investigação do MP de um esquema de corrupção envolvendo verbas do Governo para incentivar práticas esportivas no Estado.

VENCEDORES NA CATEGORIA RÁDIO

Na categoria Reportagem/Rádio, venceu a reportagem “Regime sempre aberto”, de autoria dos jornalistas Cid Martins, Fábio Almeida e equipe, veiculada em 27 de julho deste ano na Rádio Gaúcha narrando o fracasso do regime semiaberto no RS. Em segundo lugar foi escolhida a reportagem “MP combate tortura e milícia no RS”, de autoria do jornalista Eduardo Matos, veiculada em 5 de abril deste ano na Rádio Gaúcha, evidenciando a operação Braço Forte MP, que desarticulou milícia formada por policiais e ex-policiais militares.

VENCEDOR NA CATEGORIA WEB

Na categoria Mídia Web, os vencedores foram os jornalistas Felipe Truda e Hygino Vasconcellos, do G1/RS, com a série de reportagens “Inferno no Centro”, publicada de 18 a 22 de julho deste ano, que retrata a criminalidade em torno de casas noturnas no centro de Porto Alegre e o ajuizamento de ação do MP para reduzir o horário dos inferninhos.

VENCEDORES NA CATEGORIA FOTOGRAFIA

Na categoria Fotojornalismo, o vencedor foi o fotógrafo Frederico Jorge Sehn, do Jornal Nova Geração, de Estrela, mostrando o plantio de árvores às margens do Taquari, publicada no dia 4 de novembro deste ano. O segundo lugar foi conquistado com a foto registrando cumprimento de mandado na Fasc durante a operação Rush, de Ronaldo Bernardi, publicada em 6 de outubro deste ano no Jornal Zero Hora.

VENCEDOR NA CATEGORIA ESPECIAL

Na categoria Prêmio Especial – destacando a atuação do MP na defesa do consumidor – a vencedora foi a jornalista Nádia Strate e equipe, da RBSTV Santa Cruz do Sul, com a reportagem “Empresa é interditada por vender água contaminada no RS”, veiculada em 24 de junho deste ano no Bom Dia Brasil.

As autoridades presentes na cerimônia de premiação
Jornalista Carine Krüger conquistou 2º lugar/Impresso
Jornalista Aline Custódio conquistou 1º ligar/Impresso
Jornalista Eduardo Matos conquistou 2º lugar/Rádio
Cid recebeu prêmio para Ronaldo Bernardi 2º lugar/Foto
Fotógrafo Frederico Jorge Sehn 1º lugar/Foto
Cinegrafista recebeu prêmio para Giovani Grizotti 2º lugar/TV
Jornalista Dulci Sachetti 1º lugar/TV
Hygino Vasconcellos e Felipe Truda Prêmio WEB
Representantes da RBS receberam prêmio para jornalista Nádia Strate
MP entregou o certificado aos participantes do ...
...Curso de Capacitação em Mediação Comunitária
Marco Aurélio Nunes fez homenagem ao jornalista Ricardo Grecellé
Cid Martins falou em nome dos agraciados
Laura Maria Glüer se manifestou em nome dos apoiadores
David Medina da Silva, presidente da FMP
Sérgio Harris, presidente da AMP
A manifestação do procurador-geral de Justiça Marcelo Dornelles
Um café da manhã foi...
...oferecido aos jornalistas e...
...convidados para a cerimônia

Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul
Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80 - Porto Alegre - CEP.: 90050-190 - Tel.: (51) 3295-1100
Horário de atendimento ao público externo e funcionamento: 08h30 às 18h00